Targeting

É uma ferramenta de adestramento fácil de fazer e ensinar que poupa tempo no ensino de outros comportamentos. Target significa alvo e é exatamente é isso que ensinamos, ensinamos o cão a seguir um alvo. Pode-se usar qualquer objeto como target, a própria mão, a perna, a guia, um osso, etc. Mas geralmente o que os profissionais mais usam são um adesivo colorido, uma bastão e a mão. O princípio para ensinar os três é o mesmo.

Construção do bastão target:
Qualquer haste (antena, pau, cano) com pelo menos o tamanho da diferença entre a altura da mão e a cabeça do cão. E cole uma fita adesiva ou pinte na extremidade da haste com a cor azul ou amarela – pois são pigmentos que o cão discrimina bem.

Ensinando o target:
Devem se reforçar com clique e reforço primário¹ (C+R1) cada aproximação gradual que o cão fizer do target. ¹Reforço primário é a recompensa, comida, brinquedo, água, ou seja lá o que for que você esteja usando.
O objetivo é que o cão toque o target sem mordê-lo.

Passos:
1. C+R1 sempre que o cão olhar a haste com o target. A haste começará a ganhar o status de estímulo condicionado.
2. C+R1 a cada movimento de cabeça em direção a haste. Você pode induzir o movimento segurando a haste em um lado ou outro da cabeça (ligeiramente acima do focinho). Mantenha o cão nas 4 patas, pois para ele é mais fácil de mover-se nesta posição do que sentado.
3. C+R1 sempre que o cão tocar o bastão com o focinho e dê um jackpot ( jackpot = 1 clique e vários reforçadores primários).

Obs:: cães naturalmente farejam novos objetos que lhe são apresentados. Capture este movimento para acelerar o processo.

Ensinando toques múltiplos:
O target é fácil de ensinar dentro de poucos dias com 2 sessões de treinos diários, pode-se ter um cão fluente no target.
Ensinar múltiplos toques aumenta a força do comportamento e o torna resistente a extinção. E só deve ser iniciado quando o cão já estiver tocando o target.

Passos:
1. Quando o cão tocar o target pela primeira vez, mantenha a haste na posição e não dê o C+R1.
2. Espere alguns segundos. O cão parecerá surpreso e voltará a tocar o bastão, então C+R1. O comportamento agora está mais forte. O cão encarou a chance de abandonar o comportamento, mas não abandonou. Você ensinou a ele que se perseverar conseguirá.
3. Aleatorize (torne imprevisível) o número de toques necessários para cada C+R1. Às vezes 2:1 outras 1:1 (números de toques : C+R1).
4. Após algumas sessões de treino aumente para 3:1 e intercale com 2:1 e 1:1.
5. Repita o processo com 4:1 e 5:1.

Ensinando a “deixa”:
Depois que o comportamento se tornar consistente é hora de ensinar a deixa. A deixa não é um comando, ela informa ao cão o que é que ele está fazendo e avisa de uma oportunidade. Ele não atende a deixa porque “deve” e sim porque ela estabelece uma oportunidade para C+R1.

Escolha uma palavra e um tom de voz. Eu uso a palavra “touch”. Você pode ensinar de duas formas:

1. Mostrando o target e quando o cão tocar o target você falar a deixa e depois dar o C+R1
2. Falar a deixa antes de mostrar o target (meio segundo antes) e só C+R1 quando o cão tocar. Eu prefiro essa.

Importante: Quando estiver nessa etapa, o reforçamento volta pro esquema 1:1 ou seja, cada toque recebe uma recompensa. No entanto, só recompense os toques que forem precedidos pela deixa.

Depois de algumas sessões é importante extinguir o comportamento de tocar o target sem a deixa. Então você vai mostrar o target para o cão e sem movê-lo ou dizer nada, vai deixar o cão tocar o target algumas poucas vezes sem nada dizer ou fazer. Vai retirar o target. Vai dar a deixa e mostrar o target novamente. Se o cão tocar, você recompensa. Se não, você simplesmente retira o target, anda um pouco e repete o processo.

Gustavo Moreno

Anúncios

6 Responses to “Targeting”


  1. 1 Suellen 18 janeiro, 2010 às 8:07 pm

    Muito boa suas dicas de target. Tenho certeza de que meu cão vai aprender muito bem! Obrigada.

  2. 3 isabely 2 agosto, 2010 às 6:37 pm

    GENTE ENSINA OUTROS TRUQS PORFAVOR,TIPO PEGAR AS COISAS ,DEITAR ,ROLAR,PULAR, SENTAR,LEVANTAR. OS PINTES 1 PORQ EU TENHO UMA PINTE E ELA SO OBEDECE O MEU CHAMADO!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  3. 4 Katia 24 maio, 2013 às 10:21 am

    Preciso treinar o meu schnauzer mini (de 4 meses) com um laser verde, será que dá? Eu não tenho o clicker, tenho q comprar?

    • 5 Katia 26 maio, 2013 às 3:00 pm

      Pronto, comprei o clicker e comecei a treina-lo em espaços curtos, ele segue o laser e chega bem próximo, daí eu clico e recompenso! Em casa está mais ou menos, mas na rua com barulhos, cheiros e outras coisas, fica fácil ele se distrair e não consigo nada. Estou indo no caminho certo? Pode me deixar algumas dicas?

  4. 6 boniadestra 14 agosto, 2013 às 4:27 pm

    Katia , deixe ele se interagir mais na rua , não use o laser e só o cliker,tipo clika e recompense fazendo ele ficar focado somente no barulho do cliker, e sempre que for alimentar seu pet, faça ele comer na sua mão isso reforça ainda mais o enlaços de vocês.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




Seja bem-vindo!

Este site é uma extensão da comunidade Dicas de Adestramento do Orkut.

Leitores online

web counter

Pesquisar

A função abaixo permite que você localize rapidamente tudo que foi publicado a respeito do termo buscado.

+

Pavê ou pacomê?

Acessos

  • 717,854 visitantes desde jan/08

%d blogueiros gostam disto: