Diário da Phoebe – Dia 10

Cheguei em casa ontem, Phoebe tinha ficado boazinha o dia todo. Continua alucinada com comida, por isso começamos a deixar fechada a porta da cozinha, e abri-la só periodicamente, para que ela possa beber água e ir ao banheiro.

Choveu muito a noite toda, e não deu para levá-la para o terceiro passeio do dia. Então, ficamos brincando dentro de casa. Joguei a bolinha de tênis até ela se cansar de buscar, treinei alguns truques, e fizemos um pouco do protocolo de relaxamento da Karen Overall, em que o cão deve ficar quieto no tapete enquanto o dono se afasta, corre, etc. Depois, peguei a porção de ração da noite, e dividi em várias brincadeiras: uma parte no disco voador, outra no Kong, e mais uma enrolada numa toalha com nó.

Com tanta brincadeira, ela foi se mantendo calma mesmo sem o passeio. Terminamos a noite brincando de esconder a bolinha: peguei almofadas e panos e coloquei no chão, e escondia a bolinha embaixo de algum deles enquanto marido ficava com ela em outro cômodo. Phoebe amou, e estava exausta quando paramos.

Depois que fechamos o portãozinho do quarto, dormiu logo. Acordou no meio da noite se lambendo (já descobri que o horário mágico é entre 3h30 e 4h da madrugada – quem merece?), mas fui conversando com ela até que ela se acalmou e dormiu de novo.

10 dias depois, já estou começando a enxergar luz no fim do túnel =) Pra comemorar, fotos novas:

Voltando do pet, primeira vez que usou lacinho na vida. Mas sem perfume =)

Pega no flagra subindo no sofá. Só dá pra rir.

Já cansada, à noite, tentando tirar UM grão de ração do Kong.

"Mãe, mãe, vem brincar!"

Anúncios

10 Responses to “Diário da Phoebe – Dia 10”


  1. 1 Gabi 18 maio, 2011 às 10:12 am

    Phoebe linda!!!
    Está com uma cara muitissimo feliz! Morar com a mamis é uma delícia! :) Ter esses peludos em casa é bom DEMAIS!!
    Bjão

  2. 2 Carolina 18 maio, 2011 às 10:34 am

    Deb, ela ficou linda de lacinho! Parabéns pela persistência, logo ela estará totalmente adaptada… bjs!

  3. 3 Malu 18 maio, 2011 às 12:28 pm

    Ueba! Feliz com a novidade de hoje. Ela está com uma cara ótima. Mas ALGUN não se escreve ALGUM? #nãomecontive #tivequerevisar :P

  4. 4 Tula Verusca Pereira 18 maio, 2011 às 4:25 pm

    não canso de pensar:
    que menina LINDA

  5. 5 Regina Aoki 20 maio, 2011 às 12:38 pm

    também acho que ela está com uma “carinha” linda… muito tranquila…CORAGEM mãe… no final dá tudo certo…CORAGEM…

  6. 6 Gisele Oliveira 1 junho, 2011 às 5:17 pm

    Oi, encontrei seu site por um dos “acasos da internet”. eheheh. O fato é que adorei o diário da adaptação da sua garotinha, pois estou com um rapazinho que está me dando praticamente os mesmos problemas, e embora não sejamos adestradores, estamos “catando” todas as dicas possíveis, mesclando tudo e fazendo nossa receita. Aos poucos está funcionando. O processo é demorado e gera insegurança(e certa frustação) pra gente, né? Enfim, estou curiosa para saber como andam as coisas entre vocês, pois vendo casos idênticos, tiro o melhor e pior para o meu. Abraço!

    • 7 Deborah Leão 2 junho, 2011 às 3:52 pm

      Oi, Gisele!

      É exatamente por isso que decidi compartilhar nosso processo de adaptação aqui. Sou adestradora, tenho uma boa noção do que fazer, e ainda assim me sinto insegura, tenho dificuldades e medo.

      Acho importante mostrar isso, que é difícil, mesmo, que dá trabalho, mas que é possível encontrar saídas para esses problemas e viver bem com nossos cães.

      Qual a idade do seu pimpolho aí? Quanto tempo tem que o levaram para o apartamento?

      Tenho tratado aqui de aspectos mais gerais, e das dificuldades que tenho. Mas se quiser alguma dica mais específica, é só avisar, que posso aproveitar e inclusive fazer um post a respeito =)

      Abração!

  7. 8 Como Adestrar seu Cão 31 março, 2012 às 4:12 am

    Uma gracinha a Phoebe! Parabéns Deborah!

  8. 9 Danyra 27 maio, 2013 às 1:10 am

    Amei seu post. Estou para viver uma situação parecida com meu filhinho. Logo casarei e ele irá comigo para o apê. Tenho receio de ele não se adaptar, pois na casa da minha mãe tem muito espaço e um outro cachorro, maior, que ficará com minha mãe. Espero fazer tudo certinho para minimizar ao máximo os efeitos da mudança, que serão grandes. Linda sua dedicação e amor. Amo demais meus filhos peludos tbm. Parabéns!

    • 10 Deborah Leão 29 maio, 2013 às 12:37 am

      Danyra, espero que dê tudo certo. A Phoebe se adaptou super bem ao apartamento, onde viveu por dois anos. Agora estamos de volta a uma casa, e consigo ver o quanto é uma situação mais favorável para cães de grande porte. Mas nada que paciência e dedicação não resolvam.

      Se precisar de ajuda, estamos aí.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




Seja bem-vindo!

Este site é uma extensão da comunidade Dicas de Adestramento do Orkut.

Leitores online

web counter

Pesquisar

A função abaixo permite que você localize rapidamente tudo que foi publicado a respeito do termo buscado.

+

Pavê ou pacomê?

Acessos

  • 710,458 visitantes desde jan/08

%d blogueiros gostam disto: