Diário da Phoebe – 6 meses depois

O último post que fiz aqui, relatando as peripécias da Phoebe, foi em 6 de junho. Estou voltando agora, 6 meses depois, pra relatar nossos progressos.

Phoebe hoje é um cachorro de apartamento. Olhando para o comportamento dela, é até difícil pensar que um dia ela morou em quintal, ou que a adaptação inicial foi complicada.

Sobre dormir à noite, depois de instalar o portãozinho na porta do quarto e colocar uma caminha confortável no corredor ela foi se habituando. Hoje, na hora de dormir, nem tenta entrar no quarto, já vai direto pra própria caminha, e dorme tranquila a noite inteira.

Nhoim

Com seu melhor amigo, o ursinho.

Ela também diminuiu muito as lambidas. Ainda se lambe de vez em quando, mas nem de longe com a intensidade e a compulsão de antes. Já há uns dois ou três meses que não precisa mais do colar elizabetano.

Começou a fazer as necessidades durante os passeios, e agora só faz xixi no jornal quando o passeio atrasa, ou quando bebe água demais.

Com relação a roubar comida, temos mantido a cozinha arrumada, ou, quando isso não é possível, deixamos a porta fechada para que ela não tenha oportunidade de tentar. Ainda fica enlouquecida quando sente cheiros interessantes, e umas duas vezes conseguiu roubar alguma coisa, mas uma política que ajuda muito é não deixar que ela fique com o produto do roubo. Se pegamos a tempo, tomamos o que ela tiver pego, mesmo que isso signifique que vai para o lixo (em geral, guardamos para usar como petisco em outra ocasião ;-) ) Aqui em casa, o crime não compensa, e isso acaba desencorajando.

Ela também está ficando sozinha numa boa. Evitamos sair mais de uma vez por dia, mas já estabelecemos uma rotina que permite a ela entender o que vai acontecer: começamos a nos aprontar, e damos a ela um ossinho de couro – que ela, em geral, não come enquanto estamos fora. Às vezes, quando está mais agitada, late um pouco logo que fica só, mas em poucos minutos se acalma – imagino que acabe dormindo. Assim, voltamos a ter vida social, a fazer coisas juntos, sair pra jantar em lugares que não aceitam cachorro, etc e tal. Fomos inclusive a uma festa de casamento, e ela ficou ótima, não incomodou ninguém.

Dia desses, encontramos uma vizinha no elevador e ela comentou que nem parece que tem cachorro no prédio, de tão quietinha que a Phoebe é. Acho que vencemos, né?

Fica então o recado: mudanças de rotina são difíceis. Levar um cachorro de quintal para apartamento pode ser bem trabalhoso. Mas basta ter boa vontade e um pouquinho de paciência, e funciona. 6 meses depois, já está tudo bem.

Farra

Phoebe e Madalena, sua coleguinha de ParCão.

Que língua é essa?

Na Lagoa, já exausta depois do ParCão

Anúncios

3 Responses to “Diário da Phoebe – 6 meses depois”


  1. 1 Carla 2 março, 2012 às 9:25 pm

    Olá Débora!
    Bom…pesquisando na internet sobre como agir com a mudança de um Boxer de 9 anos, que sempre morou em casas com pátio para um apartamento de 2 quartos, encontrei a história da Phoebe e resolvi pedir ajuda.
    Provavelmente daqui a uma semana estaremos nos mudando para um apartamento, o Tyson já está acostumado a ficar bastante tempo dentro de casa conosco e a sair para passear duas vezes por dia, aproximadamente 30 minutos cada passeio, costuma usar a coleira de contenção, a qual está se adaptando aos poucos, porém, existem dois probleminhas. Segundo diagnóstico do vet. devido a um episódio de lítiase renal onde o Tyson não conseguia urinar corretamente, ele desenvolveu uma certa dificuldade de contração da bexiga e consequente incontinencia urinária. Usa uma medicação para contração da bexiga e logo que a medicação faz efeito saímos para passear com ele, mas mesmo assim ele ainda perde urina após o passeio. Além disso, o Tyson não faz xixi dentro de casa de jeito nenhum, ou seja, só perde xixi pela incontinencia, involuntariamente, (percebe-se que ele sente-se muito mal por isso), porque voluntariamente ele não faz xixi nem no jornal.
    Por isso venho pedir ajuda! Gostaria de saber se mesmo com essa idade (9 anos) é possível fazer com que ele faça xixi voluntariamente no jornal dentro de casa, pois acredito que iria ajudar muito em relação ao problema de bexiga que ele tem, para que não fique muito tempo com urina na bexiga e não ocorra a incontinencia. E também para que durante os dias de chuva ele possa se aliviar no jornalzinho né, e não fique muito tempo sem fazer xixi até a chuva parar.
    Desde já agradeço e espero que possam me ajudar!

  2. 2 Andrea 10 abril, 2012 às 2:57 pm

    Oi, Gente,
    entrei aqui pesquisando no Google, tenho uma pastor alemao de 5 anos, vou ter de me mudar de uma casa com quintal grande, jardim para um apartamento, nao me imagino sem minha cachorra, o que faço?

  3. 3 Adna Silva 24 março, 2015 às 11:53 pm

    Oi, é minha segunda vez aqui no seu site, gostei muito, os meus cachorros eram danados de levados, rasgavam tudo, faziam necessidades em qualquer lugar, então eu achei esse site aqui http://bit.ly/1B7PN8a , Ele ensina como adestrar cães, é minha indicação, Espero que ajude alguém. Bjs…


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




Seja bem-vindo!

Este site é uma extensão da comunidade Dicas de Adestramento do Orkut.

Leitores online

web counter

Pesquisar

A função abaixo permite que você localize rapidamente tudo que foi publicado a respeito do termo buscado.

+

Pavê ou pacomê?

Acessos

  • 703,730 visitantes desde jan/08

%d blogueiros gostam disto: